Bem-Vindo a este espaço.
Todos os comentários, discussões e debates são bem-vindos independentemente da opinião expressa estar ou não de acordo com a minha. Para tal é necessário cumprir quatro requisitos: respeito, tolerância, educação e escrever correctamente! Reservo-me, no entanto, ao direito de encerrar qualquer tópico quando assim o entender, bem como, de remover qualquer comentário que considere não respeitar as regras acima mencionados! Obrigado e participe!
________________________________________________
Quinta-feira, 10 de Maio de 2007

Madeline McCann

 

Faz hoje uma semana que desapareceu a Madeline. Apesar da confiança na nossa Judiciária, confesso que começo a perder a esperança num bom desfecho para este caso.

 

Posso apenas imaginar uma infima parte do sofrimento dos pais. Já perdi o meu filho no meio de uma multidão. Não sei por quanto tempo mas revendo agora, quase um ano depois, deve ter sido por... 5 ou 10 segundos! É impressionante como este tempo pode parecer interminável, como é possível em tão pouco tempo o pânico tomar proporções tão grandes, ao ponto de nos separarmos do nosso corpo, do que nos rodeia, de nos dificultar a respiração. Quis Deus que estivesse virado para o lugar certo, quando um grupo de pessoas se afastou da frente. Lá estava ele, já assustado por não ver ninguem conhecido.

O que senti naquele momento só pode ser uma infima parte dos que os McCann sentiram... sentem.

 

Se o desfecho for aquele que, friamente, parece ser o mais provável, há que pensar nos outros dois filhos. Felizmente novos demais para terem consciência deste episódio.

E que lhes sirva de lição, a eles e a todos os pais. Porque ao contrário do que já vi tentarem fazer, deixar duas crianças de dois anos e uma de três, sózinhas em casa, não é uma coisa comum, não é uma coisa normal. Seja porque motivo for, quanto mais pelo que foi, é uma inconsciência, sem qualquer explicação!

 

À luz da lei, os McCann devem ser julgados por negligência e abandono de menores (não sei serão estes os termos). Espero, no entanto e embora, friamente, considere correcta essa actuação, que prevaleça a nossa humanidade. Qualquer sentença que fosse proferida seria infima face à "pena" por que irão passar o resto da vida!

 

Mantenhamos a esperança...

 


SECÇÕES:
Publicado por jpgn às 19:54
Abrir tópico | Comentar...
________________________________________________


SECÇÕES

- mensagem -

abril

actualidade

automoveis

cidadania

divagações

férias

fotografia

fotografias

memoria

memorias

memórias

musica

poesia

sociedade

todas as tags

FRESCOS:

Dedicatória

O Fim

Fado Fátima Futebol

Estranha Ditadura

Love Will Tears Us Apart

Prioridades

Que Grandes Bombas

Entregar o Palácio às pes...

Coerências

Marcel Marceau

Portugal no seu melhor...

Convexo

Comboio

O Pequeno Galo Vermelho

Lei de Murphy

MADUROS:

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007